Pesquisa personalizada

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Filhos dos homens que nunca foram meninos

"(...)Pela Ladeira do Mirante, a noite ia descendo, devagar. E, devagar, um sentimento bom despontava no peito de Gineto. O silêncio da tarde convidava a confidências. Contaram-nas. Como velhos amigos, descreveram a história das suas vidas curtas, sem história. Gaitinhas confessou a mágoa de ter renunciado à escola, porque a mãe adoecera.
- E o teu pai? - perguntou Gineto.
O filho de Madalena olhou a névoa que ensombrava o horizonte.
- Está muito longe - murmurou. E a medo, como se revelasse um crime:- Queria que eu fosse doutor.
A voz do Gaitinhas era de lágrimas cristalizadas. E Gineto teve pena que ser doutor não fosse coisa que se roubasse. (...)"

Excerto de "Esteiros" de Soeiro Pereira Gomes

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Programa Alimentar Mundial, e o crime dos detentores das grandes fortunas

Duas notícias hoje resumem o mundo em que vivemos. As TV's, rádios e Jornais, evitam relacioná-las entre si!
As notícias são:
- Programa Alimentar Mundial poderá deixar programas de ajuda alimentar por falta de verbas.
- Divulgada lista das maiores fortunas de Portugal.
Qual a relação? Simples: O Programa Alimentar Mundial precisa de 6,7 mil milhões de Dólares (qualquer coisa como 4,78 mil milhões de euro) para ajudar mil milhões de pessoas que necessitam de ajuda para sobreviver! As 25 maiores fortunas de Portugal são de 17 mil milhões de euro. O Sr. Américo Amorim tem 2 mil milhões de euro e o sr. Belmiro de Azevedo tem 1, 4 mil milhões de Euro.
Ou seja, só as 25 maiores fortunas em Portugal davam para acabar com as necessidades de mil milhões de pessoas durante quase 3 anos! Se estendermos isto às maiores fortunas do mundo imaginamos por quantos anos se eliminaria a fome no mundo!
Mas a essência desta sociedade capitalista é esta mesma! Acumulação e apropriação da riqueza em alguns que daria para salvar quem todos os dias morre de fome no mundo! Mas eles nem se importam, deixam morrer... O que lhes importa é o lugar da lista dos mais ricos em que se encontram! CRIMINOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 29 de julho de 2009

A paisagem, a propriedade e os olhares

"(...)A tal humanização da paisagem é trabalho, suor, dores, angústias, preocupações, esperanças, alegrias; mas não para todos os homens: é-o apenas para o pequeno proprietário, ou o rendeiro, o seareiro, o parceiro. Para definir a paisagem podemos afirmar que se trata da natureza vista pelos olhos, aspirada pelo olfacto, escutada pelos ouvidos, tacteada, apalpada, moldada pelas mãos, saboreada, no doce e no azedo, pelo paladar. O conhecimento da natureza através dos cinco sentidos pertence à maneira de ser do pequeno camponês; representa uma forma de tomar posse da paisagem; ele sente-a com a sua consciência proprietária, mas de um proprietário ao mesmo tempo trabalhador (e às vezes, muitas vezes, quase sempre), de camaradagem com a família. Pobre, ele está à merce de tudo; carências de dinheiro, de crédito; dependência dos intermediários; ameaça de proletarização pelo capital ou os latifúndios; sujeição supersticiosa ao vento, à chuva, ao granizo, à seca. Por isso podemos aplicar à paisagem a célebre definição por Marx feita do valor económico: é também «trabalho coagulado». Todavia, «trabalho coagulado» no ponto de vista de um pequeno proprietário. O que «humaniza» as suas propriedades por intermédio do labor alheio já vê a paisagem com outros olhos. Diremos, para sermos rigorosos, que não olha: avalia. E para o grande agrário absentista, a paisagem pode até não ter árvores, arbustos, plantas: é conta no banco. No pólo oposto, o trabalhador rural, proletário do campo que só tem uma propriedade (tal qual o operário) - a força dos seus braços -, para ele o que produz, feijão, batata, trigo e o mais que imaginarmos, torna-se-lhe económico-socialmente indiferente; não é dono do que cria: vai encontrá-lo no mercado, para o comprar, como se nunca tivessem tido entre si qualquer relação. Então a paisagem circunscreve-se para o proletário rural a jornadas de trabalho(...)"

Excerto do prefácio de Augusto Costa Dias à obra "Esteiros" de Soeiro Pereira Gomes

terça-feira, 28 de julho de 2009

"Debaixo dos Caracóis dos seus cabelos"

"Um dia a areia branca
Teus pés irão tocar
E vai molhar seus cabelos
A água azul do mar

Janelas e portas vão se abrir
Pra ver você chegar
E ao se sentir em casa
Sorrindo vai chorar

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante

As luzes e o colorido
Que você vê agora
Nas ruas por onde anda
Na casa onde mora

Você olha tudo e nada
Lhe faz ficar contente
Você só deseja agora
Voltar pra sua gente

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante

Você anda pela tarde
E o seu olhar tristonho
Deixa sangrar no peito
Uma saudade, um sonho

Um dia vou ver você
Chegando num sorriso
Pisando a areia branca
Que é seu paraíso

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante"

Composição : Roberto Carlos
Interpretação : Caetano Veloso

Os pássaros do Rio Madzimi

"(...) Um pássar-martelo rodopia sobre mim. Pousa e se aproxima, sem medo. Fica-me olhando, sereno como se eu lhe fosse familiar. Me apetece tocar-lhe mas me guardo, imóvel. Ele se anicha em seu próprio corpo, parece adormecido. Fecho os olhos, afrouxado naquela quietude. Quando me levanto e, pé ante pé, tento despertar o pássaro, ele se conserva imóvel. Estaria adoentado, ainda me ocorreu. Um pássaro adoece? Ou desmorona-se logo na morte, sem enfermidade pelo meio? Encorajado pela atitude da ave acabo tocando-lhe, num leve roçar dos dedos. É então que do corpo do mangondzwane se libertam dezenas de outras aves semelhantes, num deflagrar de asas, bicos e penas. E o bando, em espesso cortejo, se afasta, renteando o rio Madzimi, lá onde minha mãe se converteu em água. (...)"

Excerto de "Um Rio chamado tempo, uma casa chamada terra" de Mia Couto

sábado, 25 de julho de 2009

"Não sou Cristo"


"(...) Não sou nem Cristo nem filantropo; sou o contrário de Cristo(...). Tento derrubar o adversário em vez de me deixar pregar na cruz(...). Não só não sou moderado como procurarei nunca o ser, e quando perceber que o meu fogo sagrado se transformou num pequeno círio não vou certamente pôr-me a vomitar sobre a minha própria merda(...)"

Che Guevara

quinta-feira, 23 de julho de 2009

As notícias manipuladoras da SIC

Já é hábito, mas nem por isso deixo de referir. Os noticiários da SIC são uma pérola na manipulação. Isto a propósito da notícia, de hoje sobre as intervenções na Assembleia da República sobre o negócio do Parque de Contentores de Alcântara, na qual a SIC colocava em rodapé PSD E BE criticam silêncio do PS sobre o relatório do Tribunal de Contas. Como se não tivesse havido dois deputados do PCP, Bruno Dias e Honório Novo, a intervir sobre o assunto, que a própria SIC transmite. Mas o que se lê enquanto se vê a noticia é que foi o PSD e o BE. Manipulação! Pura manipulação! Mas nem vale a pena estranhar é a SIC do Sr. Balsemão...

O imoral negócio de amigos do terminal de contentores!

O Ministro Mário Lino, deste Governo PS, diz não haver nada de ilegal no negócio (ou será negociata?) entre o Ministério e a Liscont para o prolongamento da concessão, por 27 anos... ,da Exploração do Terminal de Contentores de Alcântara. O tribunal de contas enviou para investigação do Ministério Público por considerar o negócio ruinoso para o Estado (ou seja para todos nós que pagamos impostos). Mas independentemente da investigação judicial, uma dúvida me assalta: Considerará, o Ministro Mário Lino, como normal, moral, transparente a entrega de uma concessão no valor de milhões de euros a uma empresa do Grupo Mota Engil, administrada pelo Ex-Ministro do PS, Jorge Coelho, sem realizar concurso público?
Mário Lino e o PS nem ponderam isso. Para eles tudo são negócios para se servir e servirem os amigos à conta dos nossos impostos claro!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

"Fala do Homem Nascido"

"Venho da terra assombrada
do ventre de minha mãe
não pretendo roubar nada
nem fazer mal a ninguém

Só quero o que me é devido
por me trazerem aqui
que eu nem sequer fui ouvido
no acto de que nasci

Trago boca pra comer
e olhos pra desejar
tenho pressa de viver
que a vida é água a correr

Venho do fundo do tempo
não tenho tempo a perder
minha barca aparelhada
solta rumo ao norte
meu desejo é passaporte
para a fronteira fechada

Não há ventos que não prestem
nem marés que não convenham
nem forças que me molestem
correntes que me detenham

Quero eu e a natureza
que a natureza sou eu
e as forças da natureza
nunca ninguém as venceu

Com licença com licença
que a barca se fez ao mar
não há poder que me vença
mesmo morto hei-de passar
com licença com licença
com rumo à estrela polar"

Poema de António Gedeão

terça-feira, 21 de julho de 2009

"Circo de feras"

"(...)"A vida vai torta
Jamais se endireita
O azar persegue
Esconde-se espreita

Nunca dei um passo
Que fosse correcto
Eu nunca fiz nada
Que batesse certo

E enquanto esperava
No fundo da rua
Pensava em ti
E em que sorte era a tua
Quero-te tanto
Quero-te tanto

De modo que a vida
É um circo de feras
E uns entre tantos
São as minhas feras

Nunca dei um passo
Que fosse o correcto
Eu nunca fiz nada
Que batesse certo


E enquanto esperava
No fundo da rua
Pensava em ti
E em que sorte era a tua
Quero-te tanto
Quero-te tanto. (...)"


Xutos e Pontapés



segunda-feira, 20 de julho de 2009

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A SIC, a pena de morte e a manipulação de opiniões!

A SIC vai transmitir hoje uma reportagem sobre "os portugueses e a segurança", na qual aproveita para divulgar um estudo (certamente cientifico!!!!) sobre as opiniões dos portugueses face à aplicação da pena de morte. Até aqui nada demais.
O Problema vem quando a SIC (Orgão de comunicação social que se afirma isento) passa no rodapé dos noticários a seguinte mensagem:
Mais de 25% dos portugueses a favor da pena de morte!
Poderia a SIC passar em rodapé a mensagem de outra forma:
Quase 75% dos portugueses contra a pena de morte!
ou
Mais de 70% dos portugueses contra pena de morte!!!
A mensagem diria exactamente o mesmo, dirão alguns... Mas não estaria a induzir o apoio à pena de morte!
Mas o objectivo não é ser sério! O objectivo da SIC é mesmo o de manipular! Repugnante!!!!!!!!!!!!!

Alberto João Jardim e a proposta de proibir o comunismo!

Alberto João Jardim, o Presidente do Governo Regional da madeira, vem propôr que se proíba o comunismo!! Nem mais!
Pode até se achar que é mais uma das "bacuradas" do bêbado e patético presidente do governo Regional Madeirense. Mas não é... Pelo menos, a julgar pelo balbuciante comentário do Vice-Presidente do PSD Nacional, que diz que quando for discutida a constituição, logo se vê o que o PSD vai propôr. Ou a julgar pelas declarações de Lobo Xavier do CDS, que diz estar de acordo!
Podia discorrer sobre a realidade da região autónoma da Madeira e o atraso cultural e económico a que está sujeita pelo desgovernar de séculos de monarquia, fascismo e pelo fascismo, disfarçado de democracia, de Alberto João Jardim e do PSD... Podia discorrer, mas tenho mais que fazer!
Podia teorizar sobre a desonestidade intelectual, (por exemplo de Lobo Xavier que nunca fala do que, em nome do que defende, a democracia cristã fez em itália com as suas ligações sujas à Mafia), que compara o Fascismo (assente na discriminação de seres humanos por outros seres humanos) e o comunismo (assente na exigência do fim da exploração do homem pelo homem), mas tenho mais que fazer!
Dizer, apenas, que sempre na história se tentou proibir e ilegalizar o comunismo em regimes fascistas! Porque os ameaçava! Porque os impedia e os combatia face à sua exploração desenfreada de seres humanos por outros seres humanos! E é por isto que surge a proposta... Porque o PCP está a crescer no país e na Madeira e isso ameaça os seus interesses de continuarem a servir os interesses de acumulação de riqueza desmesurada de alguns à custa da exploração do trabalho e da miséria de outros!

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Vidas Sepultadas


"Para alguns a vida sepulta mais que a morte." - Mia Couto

segunda-feira, 13 de julho de 2009

"O Cio da Terra"

"Debulhar o trigo
Recolher cada bago do trigo
Forjar no trigo o milagre do pão e se fartar de pão

Decepar a cana
Recolher a garapa da cana
Roubar da cana a doçura do mel, se lambuzar de mel

Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra, propícia estação De fecundar o chão."


Milton Nascimento e Chico Buarque

O Pastor inventou o Sonho

"(...)Manhã cedo me ergo e vou à deriva. Preciso separar-me das visões do sonho anterior. Pretendo apenas visitar o passado. Dirijo-me às encostas onde, em menino, em pastoreara os rebanhos da família. As cabras ainda ali estão, transmalhadas. Parecem as mesmas, esquecidas de morrer. Se afastam, sem pressa, dando passagem. Alguma razão têm. Em Luar-do-Chão não conheço quem não tenha pastoreado cabra.
Ao pastoreio devo a habilidade de sonhar. Foi um pastor quem inventou o primeiro sonho. Ali, face ao nada, esperando apenas o tempo, todo o pastor entreteceu fantasias com o fio da solidão. (...)"

Excerto de "Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra" de Mia Couto

A CIA, as ordens para matar e a tortura

Revelados hoje os planos da CIA para assassinar (eliminar) eventuais lideres da Alqaeda. Sem provas, sem julgamento, sem defesa. Bastava a suspeita e vai de matar! As ordens foram dadas por o ex-secretário de estado (Dick Cheney) com conhecimento do ex-presidente (George W. Bush).
Ficou-se também a saber que foram dadas ordens claras para a prática de tortura sobre os prisioneiros!
Serão julgados e condenados os autores destas práticas terroristas? No Tribunal Penal Internacional? Não, não serão! Porque o tribunal apenas foi criado para julgar os inimigos (terroristas ou não) destes terroristas ao serviço do "bem maior" da "nossa (deles) maneira de viver". Enriquecer à custa da fome e miséria de milhões de pessoas nos chamados países do terceiro mundo.
É esta a criminosa prática do capitalismo.

sábado, 11 de julho de 2009

Os negócios sicilianos dos CTT em coimbra

Podia ser a história de mais uma versão do Filme "Padrinho" de coppola. A receita até é simples. Uns tipos formam uma empresa. Tipos esses ligados a uma empresa pública e aos Partidos Políticos. Vendem um edifício da empresa pública à empresa que criaram e umas horas depois voltam a vender por mais uns 12 milhões de euro. Distribuem o dinheiro entre si.
Mas não é uma história de filme, infelizmente é bem real!
Não se passou na Sicília! Foi mesmo por cá! A empresa pública são os CTT, o edifício vendido é em Coimbra, os partidos políticos são PS e PSD.
Por Itália se chamaria de máfia! Por cá chamam-se negócios!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Repsol, Lay-off para 400 trabalhadores!

A Repsol põe em Lay-off mais de 400 trabalhadores.
Por dificuldades económicas em resultado da crise que a empresa vive?
Em resultado da diminuição de vendas?
Não! Tanto quanto se saiba a Repsol continua a vender combustiveis a bom ritmo e com uma taxa de lucro até superior, já que não baixou o preço de venda ao mesmo nível da queda do preço nos mercados internacionais!
Então porque a Repsol vai pôr em lay-off os trabalhadores? Para aumentar ainda mais os lucros à custa do Estado (os bolsos de todos nós). Afinal vivemos numa sociedade capitalista que se guia pelos lucros (para alguns, obviamente, em prejuizo de outros)

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Chorar



"Aqueles que mais razão têm para chorar são os que não choram nunca"


Mia Couto

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Cristiano Ronaldo e as notícias da SIC

A SIC vai hoje fazer um especial informação!!!
Pela Gripe A?
Sobre os milhares de mortos que a fome provoca no mundo?
Sobre um médico, um enfermeiro que trabalha com grande sacrifício em África a tentar salvar vidas que a fome teima em arrastar?
Não! Nada disto é notícia!
A notícia para a SIC é a apresentação de Cristiano Ronaldo como jogador do Real de Madrid! Estão previstas reportagens, directos, entrevistas a candidatas a Miss Espanha encantadas com os méritos de ronaldo(os físicos, claro, já que a reportagem é tão superficial como a cultura das referidas candidatas) tudo pelo que de melhor tem Portugal, segundo a SIC! E o melhor é Ronaldo, as suas namoradas e os seus pontapés numa bola de futebol.
Felizmente temos mais... muito mais!... do que a mediocridade dos jornalistas da SIC e da superficialidade de candidatas a miss!
Temos pessoas com interior, com personalidade que olham para os outros (para aquilo que são e não apenas para o que aparentam)! Vai escasseando, neste mundo de aparências, mas temos! A SIC e outros órgãos de comunicação social não se interessam! Vão falar de Ronaldo e dos seus atributos durante umas largas horas enquanto centenas de seres humanos morrem no mundo de fome!!

Mas eles têm mais em que pensar! Pensam no Ronaldo, nas candidatas a miss e nos atributos fisícos!

O jantar de despedida a Manuel Pinho e a participação de António Chora

Que Manuel Pinho é um "bon vivent" já se sabia. Que adora jantares, algumas vezes, pagos a centenas de Euro, mais caros do que o salário da maioria dos trabalhadores portugueses, também. Que é perito em gafes, também era do conhecimento geral. Mas que era suficientemente estúpido para convidar para o seu jantar de despedida o membro da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa que tem feito o trabalho de venda dos direitos dos trabalhadores a coberto de um falso sentido de responsabilidade e de um falso "modernismo de esquerda" ao estilo do BE,, dizendo que defende o emprego, é que já é surpreendente!
E mais surpreendente é António Chora ser suficientemente descarado para aceitar o convite e no referido jantar dizer que Manuel Pinho, o Ex-Ministro do PS recentemente demitido, ter feito muito pela indústria em Portugal!!!???? Fez! Durante o seu mandato foi quando o maior número de empresas faliu, foi quando o maior número de trabalhadores ficaram no desemprego, foi quando a pobreza mais aumentou em Portugal!
Fica claro qual o conceito de António Chora, e do BE, para o País! A tal "Esquerda Moderna"! A direita agradece, e Francisco Van Zeller vai dizendo: - que propostas interessantes têm estes tipos!

"Outra Margem"

"E com um búzio nos olhos claros
Vinham do cais, da outra margem
Vinham do campo e da cidade
Qual a canção? Qual a viagem?

Vinham p’rá escola. Que desejavam?
De face suja, iluminada?
Traziam sonhos e pesadelos.
Eram a noite e a madrugada.

Vinham sozinhos com o seu destino.
Ali chegavam. Ali estavam.
Eram já velhos? Eram meninos?
Vinham p’rá escola. O que esperavam?

Vinham de longe. Vinham sozinhos.
Lá da planície. Lá da cidade.
Das casas pobres. Dos bairros tristes.
Vinham p’rá escola: a novidade.

E com uma estrela na mão direita
E os olhos grandes e voz macia
Ali chegaram para aprender
O sonho a vida a poesia."

Poema de Maria Rosa Colaço

Música Trovante

sábado, 4 de julho de 2009

Mãos de Homem em Corpo de Mulher

"(...) Não havia nada mais tangível que essas mãos, mãos de homem em corpo de mulher. Ela sentia o seu arrepio como se mudasse de estado, em vias de ser redesenhada. As mãos dele a derretiam, fogo liquescendo o ferro. Como se o coração fosse comido pela própria concavidade do peito, noite minguando a lua. (...)"

Excerto de "Um rio chamado tempo, uma casa chamada Terra" de Mia Couto

A Desordem Natural das Coisas

"(...)O padre suspirou. João era um antigo guarda-freio emigrado lá na cidade e que enlouqueceu quando os comboios deixaram de circular. O homem regressou à ilha, mas uma parte dele ficou para sempre junto de uma estação ferroviária à espera do lento suspiro dos trens. Que pretendia o velho tresloucado àquela hora? Quando Dulcineusa abriu a porta, o padre, meio ofuscado pela claridade exterior, apenas vislumbrou um burro. Um jumento tão encharcado que as orelhas lhe tombavam, sob o peso. Só depois descortinou o vulto de João Loucomotiva.
O antigo ferroviário sacudiu as mangas do casaco e passou a mão, em concha, a recolher o molhado que lhe escorria pelo rosto.


- Entre, meu amigo. Mas entre sem o burro.


Tarde de mais. O asno já se instalara no abrigo e recusava o uso da força para voltar a transpor a porta. O bicho empancara, cheio de testa, todo o corpo teso. João Loucomotiva desistiu de empurrar o animal. O padre acabou aceitando a desordem natural das coisas. O asno escoiceou no chão e o som do casco ressoou pelo recinto. Era a proclamação da sua tomada de posse.(...)"
Excerto de "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra" de Mia Couto

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Demissão de Manuel Pinho depois dos chifres

Manuel Pinho cometeu a sua última "gaffe" como Ministro do Governo. Foi ontem na Assembleia da República no Debate sobre o Estado da Nação, como não gostou das perguntas do PCP, e na sua melhor demonstração de respeito pela democracia vai de fazer o gesto de cornos para os deputados eleitos pelo voto do povo. Quis manter-se como Ministro após isto mas não o deixaram porque não podiam mais segurá-lo com o risco de arrastar o governo atrás. Manuel Pinho fica assim como o Ministro que mais se descaiu sobre as suas reais intenções e postura face à democracia e os interesses.
Foi o Ministro que deixou escapar as verdades dos caminhos seguidos pelo governo, quando esteve na china a promover a mão de obra barata (baixos salários) como bom para os empresários, mostrando assim quem na realidade o governo serve.
Mas a postura do Ministro mostra, de forma grosseira, aquilo que é a postura do governo PS num tom mais dissimulado... Um Governo apenas para servir os interesses dos grandes ricos e que à mínima crítica mostra o seu lado trauliteiro da direita mais reaccionária, demonstrando que para eles a democracia só serve enquanto poderem gerir os seus interesses e os interesses daqueles que servem.
José Sócrates veio dizer depois de anunciar a demissão do Ministro que não era aceitável tal postura, isto porque as eleições são daqui a 3 meses! E se não fossem?
Fica o video da postura do Ministro


quinta-feira, 2 de julho de 2009

Adormeci acordado

Adormeci em ti, extenuado
como guerreiro em fim de batalha
Adormeci em ti acordado
com medo de acordar do sonho
Adormeci em teu sorriso
ofuscado pela sua luz
Adormeci em teu olhar
atordoado com o seu brilho
Adormeci em teu beijo
inundado por águas frescas
Adormeci a olhar o teu corpo
como quem olha uma escultura
Adormeci na ternura do teu abraço
como uma cria se alimentando!
Adormeci acordado olhando-te!

A falsa baixa dos preços dos combustíveis

As companhias petrolíferas anunciam baixa de preços dos combustíveis, como se estivessem a fazer algum favor a alguém, mas na verdade estão a sacar dinheiro dos bolsos dos consumidores para si próprios e a sua desmedida ânsia de acumulação de riqueza. Isto porque os produtos refinados baixaram o dobro do valor do que a BP e a GALP baixam aos consumidores. Logo aumentam assim a sua margem de lucro.
O patético presidente da autoridade da concorrência diz que está a estudar o problema (o mesmo que repete à longos meses feito papagaio engasgado).
O Governo nada diz!
E os portugueses lá vão sustentando a ganância destes chu... (quem quiser acrescente)

quarta-feira, 1 de julho de 2009

A crise e os salários


Cartoon de Luís Afonso